Pesquisa mostra que Zé Raimundo é o preferido entre pessoas com menor renda

Os dados mostram que ambos os candidatos estão empatados tecnicamente entre os homens, o emedebista está com 34% e o petista com 33%. 2 de outubro de 2020 Sara Dutra

De acordo com o levantamento divulgado na última quinta-feira (01/10) pelo A Tarde/Potencial Pesquisa, o candidato à prefeitura de Vitória da Conquista, Zé Raimundo (PT), é o preferido entre mulheres e jovens e daqueles com renda mais baixa. O atual prefeito, Herzem Gusmão (MDB), tem a preferência dos mais velhos e com renda mais alta.

Os dados mostram que ambos os candidatos estão empatados tecnicamente entre os homens, o emedebista está com 34% e o petista com 33%. Já entre as mulheres, Zé Raimundo tem mais vantagem, com 34% contra 24%.

Em relação à faixa etária, Zé Raimundo lidera com 37% contra 26% de Herzem, entre as pessoas de 25 a 44 anos, equivalente a 45% do eleitorado. Na faixa entre os 45 e 59 anos, que representa 25% do eleitorado, há empate entre os dois. Por fim, a partir de 60 anos, a vantagem é de Herzem.

Outro quesito analisado entre os entrevistados foi a renda. Entre as pessoas que recebem até dois salários mínimos, 36% disseram que preferem o candidato petista enquanto 22% o emedebista.

No grupo das pessoas que ganham entre dois e cinco salários mínimos há empate técnico, 33% para Herzem e 31% para Zé Raimundo. O atual prefeito tem vantagem entre os que têm renda acima de cinco salários-mínimos, por 41% contra 32%.

O Diretor da Potencial Pesquisa, estatístico e especialista em Marketing Eleitoral, Zeca Martins, disse que os dados podem ser influenciados por Herzem ter ligação com o presidente Jair Bolsonaro. “Os mais jovens têm a tendência de votar no Zé Raimundo, e os mais velhos, no Herzem. A gente pode estar falando de mulheres um pouco mais jovens, e de como o discurso do Bolsonaro impacta nisso. Será que essas mulheres mais jovens estão repelindo um pouco a candidatura do Herzem por causa disso? São aspectos bem diferentes, mas que a gente só pode identificar com outro tipo de pesquisa.”

Foto: Divulgação/PMVC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *