Ciro Marcondes Filho, professor de Jornalismo da ECA/USP, morre neste domingo (08)

Ciro teve diversas obras publicadas e foi referência nos campos acadêmicos da Comunicação e do Jornalismo 8 de novembro de 2020 Sara Dutra

Neste domingo (08/11), morreu o professor do curso de Jornalismo da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP), Ciro Juvenal Marcondes Filho, na capital paulista, aos 72 anos. Segundo os amigos, Ciro estava lutando contra um câncer.

Ele era bacharel em Ciências Sociais e Jornalismo pela USP, doutor pela Universidade de Frankfurt, pós-doutor pela Universidade de Grenoble (França) e professor titular da Escola de Comunicação e Artes (ECA/USP) desde 1987.

Além disso, publicou diversos títulos e artigos, como os livros O capital da notícia (Editora Ática, 1986), A saga dos cães perdidos (Editora Hacker, 2000) e os dois volumes de “Ser Jornalista”: A língua como barbárie e a notícia como mercadoria (Editora Paulus, 2009) e O desafio das tecnologias e o fim das ilusões (Editora Paulus, 2009). Como jornalista, foi editor do Jornal da USP, colaborador do jornal Leia, colunista da revista Caros Amigos e da Rádio USP.

“Um dos principais teóricos da Comunicação e do jornalismo no Brasil, Ciro Juvenal Marcondes Filho, faleceu hoje nos deixando um legado de sabedoria e compromisso com uma sociedade mais justa. As salas do CJE estavam sempre lotadas durante as suas aulas e sua produção intelectual era reconhecida internacionalmente”, segundo a página de Editoração da Escola de Comunicação e Artes (ECA).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *