CNN investiga denúncias de racismo contra a jornalista Basília Rodrigues

De acordo com as denúncias, a jornalista estaria sendo vítima de perseguição dentro da emissora 18 de abril de 2021 Sara Dutra

Na última quinta-feira (15/04), o site Alma Preta recebeu denúncias de racismo contra a jornalista e comentarista política da CNN, Basília Rodrigues. A fonte das denúncias, um funcionário do canal, relatou que a jornalista sofre perseguição, que já foi alvo de preconceito por causa de seu cabelo e recebe tratamento diferenciado em relação a outros jornalistas.

De acordo com as informações dadas ao site, um dos motivos de ter acontecido o crime teria sido porque a jornalista mudou o cabelo para somente um lado, o que o deixou mais volumoso, então a edição do jornal Novo Dia disse que a comentarista estava “descabelada”. Além disso, o Alma Preta destaca que a emissora ocultou a imagem de Basília, utilizando apenas a sua voz e imagens de apoio para ilustrar as entradas, assim como reclamações por conta do fundo do vídeo de sua casa, uma parede totalmente branca.

Em nota enviada ao site UOL, a CNN falou que a acusação era gravíssima e que já está sendo investigada e informou que até o momento não encontrou comprovações sobre as acusações. “De qualquer forma, queremos ressaltar: se qualquer colaborador da CNN for vítima ou presenciar qualquer situação de discriminação ou violação de natureza ética ou legal, deve procurar a área de recursos humanos ou de compliance e relatar o ocorrido. Todos os casos serão apurados com rigor e transparência, preservando a identidade de quem fizer a denúncia”, disse a emissora.

Em perfil de rede social, Basília comentou sobre como o racismo e o negro andam juntos. “É uma relação insuportável, uma companhia inconveniente que está à bordo, em uma mesma viagem. Às vezes, me pergunto, haverá ponto final? Logo, penso que esse não é o mal do negro, esse é o mal do racismo”, disse.

 

Fonte: Portal Comunique-se

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *