Grupo de Pesquisa busca apoio para participar de eventos científicos

Os estudantes do curso de Jornalismo da Uesb tiveram trabalhos aprovados no Seminário da Asociación Latinoamericana de Investigadores de La Comunicación e na Conferência Brasileira de Comunicação Cidadã 1 de outubro de 2019

Há cerca de um ano, Carmen Carvalho, professora do curso de Jornalismo da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), fundou um grupo de estudos e pesquisas para discutir a produção jornalística na internet e seus diferentes modelos editoriais, o conteúdo das narrativas online e a desinformação no ambiente virtual. Oito de seus alunos aceitaram o desafio de debater e produzir ciência na universidade e, logo, os frutos do Jornalismo Importa começaram a surgir.

Recentemente, os estudantes tiveram trabalhos científicos aprovados em dois eventos: o 10º Seminário da ALAIC (Asociación Latinoamericana de Investigadores de La Comunicación) e a 14ª Conferência Brasileira de Comunicação Cidadã (CBCC). Ambos acontecem entre os dias 22 e 25 de outubro, na Universidade Federal Fluminense, em Niterói (RJ). Mas, para que possam participar desses congressos, os jovens pesquisadores buscam apoio financeiro para arcar com as despesas da viagem, como hospedagem, alimentação e transporte. Por isso, estão fazendo uma vaquinha online para arrecadar recursos, bem como outras ações, a exemplo de rifa e pedágios.

Para a professora Carmen, apoiar a ida dos alunos a esses eventos ajuda a mostrar ao Brasil e ao mundo o que vem sendo produzido de conhecimento científico na Uesb, e possibilita a eles a troca de experiências com diferentes pesquisadores do cenário nacional e internacional. Ela destaca a importância do Jornalismo Importa não só para os seus membros, como também para todos os demais estudantes de Jornalismo da universidade: “O Jornalismo Importa é um grupo de múltiplas ações para proporcionar aos estudantes um conhecimento que vai além da sala de aula, possibilitando uma formação técnica, intelectual e comprometida com um jornalismo ético para transformar a sociedade”.

Criado em 2018, pouco depois da segunda edição de um evento que leva o mesmo nome, o Jornalismo Importa desenvolve também ações de extensão. Além disso, os membros do grupo realizam práticas jornalísticas no site Avoador, produto laboratorial da disciplina Jornalismo Digital, ministrada por Carmen. “A minha participação no grupo tem sido muito importante durante essa caminhada na universidade, porque, desde o início [da graduação], me propus a não ser apenas a estudante que vai assistir às aulas, mas que participa do máximo de coisas possíveis dentro da instituição. E desenvolver pesquisas no campo do Jornalismo é incrível. Me ajuda a compreender as transformações sociais que temos visto tanto na mídia em geral quanto no jornalismo”, afirma a discente Raquel Lemos.

Os trabalhos desenvolvidos por Raquel e seus colegas e aprovados para apresentação no Seminário da ALAIC e na CBCC são resultado de uma pesquisa ainda em andamento sobre a cobertura jornalística das eleições presidenciais de 2018. O estudante Felipe Ribeiro conta que a participação nesses eventos representa uma oportunidade de crescimento acadêmico e profissional. “É uma forma de conhecer o que a academia e o mercado tem exigido de nós estudantes e ainda fazer com que a população saiba mais a respeito da comunicação e do jornalismo e se desprenda dos diversos estereótipos que cercam a nossa profissão”, diz.

Ele relata que a Uesb só garantiu o custeio do transporte para apenas um dos membros do grupo e, por isso, está sendo feita a vaquinha online e demais ações para obtenção de apoio financeiro capaz de suprir os custos da viagem. Para contribuir, basta clicar no  aqui.

Afonso Ribas é jornalista formado pelo curso de Jornalismo da Uesb.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *