Jornalista Caique Santos conta os bastidores da reportagem de capa sobre Bolsonaro na Folha de S.Paulo

A matéria publicada trata das ameaças feitas pelo atual presidente Jair Bolsonaro aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) 8 de setembro de 2021 Rângel Mendes

O jornalista Caique Santos, juntamente com o colega baiano João Pedro Pitombo, publicou a reportagem “Bolsonaro diz que 7/9 será ultimato a ministros do STF”, no último sábado (04/09). Apesar da obrigação do presidente em atender a imprensa, Santos não conseguiu uma entrevista com o responsável pelo executivo.

A matéria, que foi capa na versão impressa, apresenta as ameaças feitas pelo atual presidente Jair Bolsonaro aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). A apuração de Vitória da Conquista, realizada pelo jornalista, relata como foi o desembarque e o encontro do presidente da República, Jair Bolsonaro, no Aeroporto Glauber Rocha, com um grupo de apoiadores, sem o uso da máscara.

Também é descrito que Bolsonaro seguiu de helicóptero até a cidade de Tanhaçu, que fica a 130 km de Conquista, para uma cerimônia de assinatura da concessão da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL), do trecho 537 Km, referente ao trecho entre Ilhéus e Caetité.

De acordo com o jornalista, que é paulistano, mas já mora em Conquista há anos, sua contribuição foi na cobertura do factual, enquanto o outro colega, João Pedro Pitombo, que estava em Salvador e foi o editor e também repórter da matéria, resgatou as falas antigas do presidente e acrescentou textos dele. “Eles me deixaram livre, mas pediram que eu ficasse atento às falas, cartazes e qualquer coisa que remetesse a movimentos anti-democráticos. O lead era para ser mesmo a Fiol, mas, como o presidente e seus principais ministros usaram seus discursos para falar contra o STF e quase nem tocaram no assunto da ferrovia, então a manchete não tinha como não ser a fala do presidente.”

Para fazer a cobertura local, Santos, enquanto representante da Folha de S.Paulo, contou ainda com um motorista contratado pelo veículo, mas não conseguiu o credenciamento com a Secretaria de Comunicação do Governo Federal. “A Secom não aceitou me credenciar, alegando que eu tinha que ter carteira de trabalho assinada pela Folha. A impressão é que houve uma má vontade para com a Folha, por parte de Brasília. Eles (da Folha) me disseram que isso sempre ocorre, às vezes, falam que a documentação enviada (do repórter) está ilegível, e negam.”

Mesmo com a negativa, ele foi até Tanhaçu e lá obteve a liberação da própria Secom para fazer a cobertura do evento. No entanto, não conseguiu fazer nenhuma pergunta ao presidente. “Após o fim do evento, os jornalistas foram impedidos de sair do local por um certo tempo, para não se aproximarem do presidente”.

Santos é formado no curso de Jornalismo da Uesb e já trabalhou na TV Sudoeste e no Correio da Bahia. O trabalho realizado para a Folha de S.Paulo foi como freelancer, contratado para um serviço eventual. No momento, ele é o responsável pelo blog Caique Santos, que tem o perfil no Instagran  @blogdocaiquesantos.

Uma resposta para “Jornalista Caique Santos conta os bastidores da reportagem de capa sobre Bolsonaro na Folha de S.Paulo”

  1. Gilberto disse:

    Gostei ótima reportagem, fácil de entender o conteúdo da mesma, bem fácil de ler,muito bom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *