Jornalista da Globo é ameaçada após reportagem sobre pirâmide financeira

O trabalho jornalístico apresentou denúncias contra Glaidson Acácio dos Santos e a sua empresa GAS Consultoria 1 de setembro de 2021 Bruno Bronze

A repórter da Rede Globo, Lívia Torres, foi ameaçada depois da divulgação no Fantástico de uma reportagem sobre um suposto esquema de pirâmide financeira localizada no litoral fluminense, Rio de Janeiro. O trabalho jornalístico apresentou denúncias contra Glaidson Acácio dos Santos e a sua empresa GAS Consultoria.

Glaidson foi preso a partir de uma operação comandada pela Polícia Federal. Após a prisão, um grupo de campistas ligados a ele protestaram em frente à sede do jornalismo da Rede Globo. O ato ocorreu na última sexta-feira, 27, e, na ocasião, os participantes da manifestação ameaçaram a repórter, como mostra o projeto Nós da Imprensa.

A repórter, que foi intimidada pelo cumprimento do seu trabalho, ganhou apoio do comando da emissora em que trabalha, que definiu seu empenho como “exemplar”. A equipe de comunicação da Globo informou em nota, originalmente divulgada pelo portal Uol, que “qualquer tentativa de intimidação, como a retratada no vídeo, e reitera que continuará a noticiar os fatos em relação ao tema em questão”.

Após as manifestações contra a repórter Lívia Torres, a Associação Brasileira de Imprensa (ABI) também se posicionou a favor da jornalista da Rede Globo. Em uma nota oficial em seu site, a instituição assegurou que “essas ameaças são represália a matérias jornalísticas sobre o mecanismo denominado pirâmide, no qual um grande número de pessoas foi lesado”.

A entidade destacou ainda o quanto o presidente da República, Jair, Bolsonaro, tem contribuído para as ameaças que os profissionais da comunicação têm sofrido no país. “O episódio é gravíssimo e exige providências imediatas das autoridades, identificando e levando à Justiça os responsáveis. Ameaças a jornalistas têm se multiplicado nos últimos tempos. Em boa medida elas são estimuladas pelo comportamento do presidente Jair Bolsonaro, que hostiliza a imprensa quase diariamente.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *