Mulheres baianas vítimas de violência doméstica podem registrar denúncias na Delegacia Digital

A plataforma existe desde 2008, mas, antes da pandemia, só recebia queixas de furto, perda e extravio de documentos ou objetos 23 de agosto de 2020 Karina Costa

Na Bahia, mulheres vítimas de violência doméstica podem registrar ocorrências e solicitar ou renovar medidas protetivas por meio da Delegacia Digital da Polícia Civil. O site foi lançado na quinta-feira (20/08) pela Secretaria de Segurança Pública do estado (SSP-BA).⁣ Na ferramenta, também é possível denunciar abusos contra idosos, crianças e adolescentes.⁣ Outros crimes como estelionato, homofobia, intolerância religiosa e racismo poderão ser encaminhados ao sistema. ⁣

Ao acessar o site, o usuário deve fornecer dados pessoais e um e-mail válido. Após o envio da queixa virtual, o denunciante irá receber na sua caixa de entrada o Boletim de Ocorrência (BO) e outras instruções dos delegados responsáveis pelo caso. ⁣⁣Em casos de violência física ou sexual, uma guia para exame de corpo de delito será enviada ao e-mail cadastrado. A vítima deve imprimir o documento e ir até o Departamento de Polícia Técnica (DPT) para realizar o procedimento. ⁣⁣

A plataforma existe desde 2008, mas, antes da pandemia, só recebia queixas de furto, perda e extravio de documentos ou objetos. Em julho deste ano, foi sancionada a Lei n° 14.022, que obrigou os órgãos de segurança pública brasileiros a reforçarem os sistemas de atendimento remotos durante a crise da covid-19.⁣⁣

Fonte: Ascom/SSP – BA⁣⁣

Foto de capa: Pixabay

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *