Alunos de Ciências Sociais da Uesb lançam cartilha sobre Masculinidades

Raça, homofobia e heteronormatividade são alguns dos temas abordados na publicação 22 de dezembro de 2020 Felipe Ribeiro

“Masculinidade(s) – Definição e Desdobramentos” é o título da cartilha que os estudantes de  Ciências Sociais da Uesb,  Clóvis Lima, Victor Almeida e Júlio Meira, disponibilizaram para quaisquer interessados. O material é fruto das disciplinas Metodologia e Prática do Ensino em Ciências Sociais I,  do professor José Miranda Oliveira Júnior, e a de Relações Sociais de Gênero da docente Núbia Regina Moreira.

Segundo Júlio, a ideia da publicação é promover reflexão para o rompimento dos padrões impostos pela sociedade, de modo a  transformar a visão do que é ser homem. 

“Acreditamos que o desenvolvimento da cartilha proporcionou um alargamento da nossa própria noção do que é ser homem, ao mesmo tempo que poderá auxiliar outros indivíduos a lidar com suas próprias questões acerca do masculino.”

Victor explanou sobre como os estudos começaram a questionar a presença masculina nos debates.  Para o estudante, é “quase como se a sociedade pensasse: está sendo produzido estudos e debates sobre as mulheres, suas opressões, diferenças, semelhanças, lutas e direitos, mas cadê os homens nessa história?”

O padrão patriarcal é o de uma masculinidade universal baseada num ideal de homem que é hétero, branco, europeu, proprietário de posses e terras.  ”Essa construção resulta em uma sociedade extremamente machista, sexista, homofóbica e racista como a nossa”, explicou Victor.

Atualmente, há um grande número de discussões sobre gênero e raça, já sobre  as masculinidades é algo mais restrito à universidade. “É preciso transformarmos esse tema em papo de bar, em música, cena de novela, ao mesmo tempo que a discussão ainda pauta muito a masculinidade hegemônica, branca, hétera, cis, deixando de lado muitas vezes a racialização e as outras possibilidades de ser homem”, enfatizou Victor.

Já o terceiro estudante autor da cartilha, Clóvis comentou sobre os desafios enfrentados na produção do material.  “Durante todo o processo da elaboração da cartilha, frisamos muito em deixar a escrita em uma linguagem acessível e didática, já que o público-alvo, apesar de se destinar à toda comunidade, é direcionado para o jovem do ensino médio.”

A cartilha debate questões como “O que é masculino?”, “Heteronormatividade”, “Homofobia”, “Masculinidade e Raça”, entre outros. Além disso, os autores também disponibilizaram dicas de músicas, filmes, podcast e documentário que discutem questões relacionadas ao tema.

Conheça mais sobre os outros materiais já lançados pelos alunos do curso neste semestre, como a “Cartilha Sobre Gênero e Diversidade Sexual”, “Feminismo Para Todes” e “Feminismos: História e Vertentes”.

Uma resposta para “Alunos de Ciências Sociais da Uesb lançam cartilha sobre Masculinidades”

  1. Leonara Dias Costa da Silva disse:

    Como faço pra ter acesso a cartilha?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *