Atriz Nicette Bruno morre por complicações da covid-19 neste domingo (20)

O estado da atriz era considerado grave e ela estava na Unidade de Terapia Intensiva 20 de dezembro de 2020 Denilson Soares

Mais um artista perde a vida para a covid-19. Manhã deste domingo (20/12), a atriz Nicette Bruno morreu aos 87 anos. Ela estava internada por causada covid-19 na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Casa de Saúde São José, no Humaitá, Zona Sul da cidade do Rio de Janeiro desde o dia 26 de novembro.

Segundo o último boletim médico, o estado de saúde da atriz “era considerado muito grave”. Ela estava sedada e dependendia de ventilação mecânica.

A confirmação da morte pelos médicos veio antes do meio dia. “A Casa de Saúde São José informa que a atriz Nicette Bruno, que estava internada no hospital desde 26 de novembro de 2020, faleceu hoje, às 11h40, devido a complicações decorrentes da covid-19. O hospital se solidariza com a família neste momento”, divulgou o hospital.

Em conversa exclusiva com a revista Quem no dia 1° de dezembro, a atriz Beth Goulart, filha da atriz Nicette Bruno, contou como a mãe foi infectada. “Nós moramos no mesmo condomínio. Mamãe tem a casa dela e eu a minha. Estou sempre com ela, somos muito ligadas, fazemos aulas juntas. E ela ficou nesses 10 meses totalmente protegida, numa redoma. Mas às vezes acontecem coisas que saem do controle. Semana passada, ela recebeu a visita de um parente e ele não sabia que estava infectado e, infelizmente, transmitiu o vírus para ela”, explicou.

Nicette Xavier Miessa nasceu em Niterói (RJ), no dia 7 de janeiro de 1933. Começou a carreira ainda pequena, aos 4 anos, em um programa infantil na Rádio Guanabara. Aos 14 anos, já era um atriz profissional.

Fez teatro e foi nele que conheceu seu marido Paulo Goulart com quem foi casada durante 60 anos. Os dois se casaram em 1954, e ficaram juntos até a morte de Paulo, em 2014. Juntos, tiveram três filhos que seguiram a carreira dos pais: Paulo Goulart Filho, Bárbara Bruno e Beth Goulart.

A atriz passou por várias emissoras, como a extinta TV Tupi e a TV Excelsior, fazendo musicais, novelas e minisséries. A sua última emissora foi a Rede Globo, onde fez 22 novelas e seis minisséries. Apesar do sucesso na televisão, a atriz nunca deixou o teatro e ganhou vários prêmios nos palcos.

Fonte: Revista Quem/ Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *