Auxílio Emergencial será prorrogado, diz Jair Bolsonaro

Pagamentos dos beneficiados devem começar a partir do mês de março 11 de fevereiro de 2021 Por Denilson Soares

O presidente, Jair Bolsonaro (sem partido), declarou, nesta quinta-feira (11), após uma cerimônia de entrega de títulos para os agricultores da cidade de Alcântara, no Maranhão, que o governo deverá estender o Auxílio Emergencial, com pagamento previsto para março.

“Temos previsto o auxílio ainda para mais três a quatro meses, está sendo acertado com o Executivo e o Parlamento também porque temos que ter responsabilidade fiscal”, disse.

Em seu discurso, ele destacou novamente o caráter temporário do benefício e que estender indefinidamente poderá impactar negativamente a economia do país. “O nome é emergencial. Não pode ser eterno porque isso representa um endividamento muito grande do nosso país. E ninguém quer o país quebrado. E sabemos que o povo quer é trabalho.”

O presidente também voltou a criticar as medidas restritivas adotadas por estados e municípios durante a pandemia que incluam o fechamento do comércio, dizendo que o auxílio criado como medida de enfrentamento à crise desencadeada pela pandemia da covid-19, por sua vez não é suficiente para levantar a economia. Alcântara no Maranhão, cidade que abriga a base de lançamento de foguetes da Força Aérea Brasileira.

Nesta quinta-feira (11), segundo o consórcio de veículos de imprensa (Folha de S.Paulo, O Globo, Extra, Uol, Estadão) que contabiliza os números da covid-19, foi um dos dias com maior número de mortes de toda a pandemia. O país registrou 1.452 óbitos, maior número de 2021 e o terceiro maior de toda a pandemia. Além disso, foram registrados 53.993 casos da doença. Agora já são 236.397 óbitos, além de 9.716.298 pessoas infectadas pelo Sars-CoV-2 desde o início da pandemia.

Fonte: Folha de S.Paulo

Foto: AgênciaBrasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *