Bancários da Caixa em Conquista realizam mobilização nesta terça-feira (27)

Em 2021, já são 20 bancários da Caixa mortos vítimas da covid-19, superando os 18 óbitos do ano passado 27 de abril de 2021 Sara Dutra

Na manhã desta terça-feira (27/04), os diretores do Sindicato dos Bancários do Município de Vitória da Conquista  fizeram uma mobilização na agência da cidade contra a abertura de capital da Caixa Seguridade, em defesa do pagamento integral da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) e por maior proteção contra a covid-19.

A decisão da atividade, em princípio uma greve de 24 horas, foi tomada pela assembleia do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, e contou com adesão nacional. No entanto, de acordo com o Sindicato dos Bancários do Município de Vitória da Conquista, na madrugada desta terça-feira, a Justiça interveio contra a paralisação na Caixa e, por causa disso, os bancários locais optaram apenas pela mobilização dos diretores sindicais da entidade.  

Eles passaram nas agências para dialogar com a população sobre a atual situação dos funcionários e se posicionar contra a venda das ações da Caixa. Segundo a entidade, a abertura de capital (IPO) da Caixa Seguridade, marcada para esta quinta-feira (29/04), é o primeiro passo para a privatização do banco. 

O Sindicato também tem pontuado que os concursados aprovados em 2014 ainda não foram chamados para assumir as vagas.  “No país inteiro, mais de 120 milhões de pessoas utilizaram a Caixa durante a pandemia para acessar o FGTS, o Bolsa Família e o auxílio emergencial. Falta empregados e o banco está recorrendo à Justiça para não contratar mais”, disse o diretor do Sindicato dos Bancários de São Paulo e região, Dionísio Reis, em entrevista à CNN.

Os trabalhadores também exigem que sejam inseridos nos grupos prioritários no Plano Nacional de Imunização. Em 2021, já são 20 bancários da Caixa mortos vítimas da covid-19, superando os 18 óbitos do ano passado. 

Em nota, a Caixa informou que tem participado de mesa de negociação com as representações sindicais e garantiu que os clientes do banco e os beneficiários do auxílio emergencial, que tiveram problemas durante o protesto, “serão atendidos na rede de varejo da CAIXA ao longo desta semana”. 

Fonte: CNN 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *