Hospital Esaú Matos vai prescrever receita médica para a vacinação de gestantes contra a covid-19

Segundo o Ministério da Saúde, gestantes só podem receber a vacina mediante prescrição médica 15 de junho de 2021 Mariana Oliveira

Para facilitar o acesso das gestantes à vacina contra a covid-19, em Vitória da Conquista, o Hospital Municipal Esaú Matos passará a fornecer prescrição médica após realizar a avaliação de risco-benefício.

De acordo com o Plano Nacional de Vacinação Contra a Covid-19 no Brasil, gestantes, puérperas e lactantes podem receber o imunizante desde que apresentem prescrição médica que autorize a vacinação. Segundo o movimento Lactantes pela Vacina de Conquista, a prescrição individual é uma exigência que tem dificultado a vacinação para muitas grávidas na cidade.

Segundo o Hospital, qualquer gestante poderá ser avaliada, mesmo aquelas que não são acompanhadas pelo Esaú Matos, uma forma de colaborar para que mais gestantes sejam imunizadas mais rapidamente. A gestante que necessitar do relatório médico (com ou sem comorbidades), deve procurar o ambulatório do Hospital Esaú Matos, localizado na Avenida Macaúbas, nº 100, no bairro Kadija.

Para solicitar a prescrição e realizar a avaliação, a gestante deve levar um documento pessoal de identificação (RG, CPF, Carteira de trabalho, Carteira Nacional de Habilitação, por exemplo), o cartão de pré-natal e a primeira ultrassom. O atendimento será realizado nas terças e quarta-feiras, das 14 às 16h, e nas sextas, pela manhã, das 9 às 11h, e à tarde, das 14h às 16h.

Vacinação e dados da covid-19

A empresária Larissa Catanheda, que está amamentando, foi uma das contempladas e comemorou, pois esperava há meses pela aplicação da primeira dose.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), Conquista já recebeu, ao todo, 103.234 doses para a primeira aplicação das vacinas contra a covid-19. Destas, 99.601 pessoas já receberam a primeira dose. Para a segunda aplicação, já foram enviadas 44.040 doses de imunizantes e 34.144 pessoas foram vacinadas nesta etapa. De acordo com a última atualização da Sesab (15/06), o município já aplicou a primeira dose em 704 gestantes e puérperas.

No último sábado (12/06), o município deu continuidade à vacinação contra a covid-19, incluindo pessoas a partir dos 54 anos e lactantes a partir dos 18 anos. A empresária Larissa Catanheda, que está amamentando, foi uma das contempladas e comemorou, pois esperava há meses pela aplicação da primeira dose.

Nesta segunda (14/06), a vacinação em Conquista foi apenas para gestantes com 25 semanas ou com qualquer idade gestacional se possuíssem comorbidades , e puérperas com até 45 dias pós-parto. Hoje (15/06), a aplicação das vacinas contemplou gestantes em qualquer período gestacional e puérperas, e também a segunda dose da AstraZeneca.

O último Boletim Epidemiológico de Conquista (14/06) informou que o município contabiliza 30.720 casos confirmados de covid-19, desde 31 de março do ano passado. Destes, 29.738 estão recuperados, 465 pessoas permanecem com o coronavírus ativo e 517 morreram devido à doença. A taxa de ocupação das unidades de terapias intensivas (UTIs) nesta segunda-feira (14/06) era de 97,1%.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *