Rui Costa defende volta às aulas sem a vacinação de toda a população

Segundo o governador, a volta será feita de forma gradativa e seguindo protocolo de segurança 3 de fevereiro de 2021 Sara Dutra

Na última terça-feira (02/02), o governador Rui Costa publicou nas redes sociais um vídeo em que anuncia a volta às aulas, sem data prevista, no estado da Bahia antes da maioria da população ser vacinada.

Segundo o governador, não tem como esperar a ampla vacinação da população, pois isso só acontecerá após o segundo semestre do ano, levando em conta a quantidade de doses recebidas pelo estado, o que faria com que os alunos ficassem mais um ano sem ir às escolas. “Não podemos admitir outro ano sem aula e comprometer o futuro, os sonhos e os planos de milhares de estudantes”, enfatizou.

O governador informou que no próximo dia 13 de fevereiro irá fazer uma reunião com a União dos Prefeitos da Bahia (UPB), técnicos da Sesab (Secretaria de Saúde do Estado da Bahia) e Secretaria de Educação. Na ocasião, a Sesab irá apresentar estudos sobre quais medidas poderão ser tomadas para que seja autorizada a volta das aulas.

“Vamos voltar às aulas, sim. A retomada das atividades escolares acontecerá antes da maioria da população ser vacinada, mas não podemos ser irresponsáveis em estabelecer uma data enquanto a ocupação de leitos e o número de mortes se mantiver nos níveis atuais”, disse Rui.

Rui ainda disse que está preocupado com a atual situação dos estudantes, principalmente com os de baixa renda, pois estão mais vulneráveis a violência nas ruas. E falou sobre a ineficiência do método a distância em algumas escolas, visto que 30% dos estudantes moram em zona rural sem acesso a uma internet de qualidade.

Ele assegura que a volta será gradativa e que as escolas estão sendo preparadas para a prevenção da disseminação da covid-19. Além disso, ele pretender ir ao STF para solicitar que os professores sejam incluídos como grupo prioritário no plano de vacinação. “Estamos preparando as escolas com mais pias, álcool em gel e equipamentos de proteção. Já fizemos um plano de alternância de turnos de aulas para evitar a lotação das salas”, disse Rui.

Foto: Internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *