Rui diz que testes da vacina são maiores que posições políticas de Bolsonaro e defende compra do imunizante

Apesar dos ataques de Bolsonaro aos testes com a vacina, Rui Costa defende a retomada da pesquisa e aquisição de vacina de qualquer nacionalidade após aprovação técnica. 12 de novembro de 2020 Alexya Leite

Nesta quinta-feira (12/11), o governador da Bahia, Rui Costa, defendeu que o Brasil compre uma vacina com aprovação técnica, independente de qual seja, sem a interferência política do presidente da República Jair Bolsonaro. A afirmação é uma resposta à suspensão dos testes da imunizante Coronavac, em parceria com o Instituto Butantan, realizada Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Somos absolutamente a favor de nenhuma restrição a nenhuma nacionalidade quando se fala em salvar vidas humanas”, disse o governador. Ele citou ainda as várias vacinas em teste no estado, inclusive a CoronaVac.
De acordo com o político baiano, o Brasil deve adquirir uma vacina segura independente da nacionalidade ou da opinião política de Bolsonaro. “Goste o presidente ou não”.

O presidente, que apelidou o imunizante de “vacina chinesa do Dória”, referindo-se ao prefeito de São Paulo, rompeu a parceria entre o Ministério da Saúde e a gestão paulista para a aquisição da vacina CoronaVac.

Os líderes divergem ainda sobre a obrigatoriedade da vacinação. Dória é favorável à determinação, enquanto Bolsonaro e apoiadores são contra a exigência. Nesta última terça-feira (10/11), o presidente chegou a usar a suspensão da vacina para atingir o prefeito de São Paulo, após a morte de um voluntário. Por meio de publicação em rede social, Bolsonaro disse ser vitorioso pelo ocorrido com as palavras “Jair Bolsonaro ganha”.

Um dia depois, na quarta-feira (11/11), os testes, já em fase 3, receberam a autorização da Anvisa para retomada. A suspensão ocorreu após o registro de “evento grave adverso” não explicitado pelas autoridades. Após investigações, pôde-se constatar que um voluntário veio à óbito, sem relação com os testes da pesquisa.

Fonte: Bahia.Ba
Foto:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *