Evento estimula escrita em Vitória da Conquista

O segundo Write-in reuniu 30 pessoas na livraria Nobel 29 de julho de 2018

Habilidades de argumentação, estruturação e interpretação são expandidas por meio da escrita, uma arte que, por ser considerada intimista, é pouco fomentada. Para contrapor isso, surgiu o encontro de escritores Write-in, que teve sua segunda edição em Vitória da Conquista no último sábado, 28.

Giulia Santana tem três livros escritos

Giulia Santana, que tem 20 anos e cursa Jornalismo, é a organizadora do evento. A jovem, que tem três livros escritos e uma história  completa publicada online, conta que “o círculo literário conquistense é muito fechado e, por isso, decidi criar o meu próprio círculo”.

O evento destina-se a todos os que têm interesses literários, publicados ou não, amadores e qualquer pessoa que queira ouvir e compartilhar histórias, questionamentos, medos. Como o estudante Arthur Maia, que tem 15 anos e participou das duas edições. Ele explica que “tem um pouco de timidez de mostrar seu trabalho para outras pessoas”, mas que poder compartilhar sua experiência faz com que ele tenha mais vontade de publicar.

Entrevista completa com Giulia Santana:

 

Diferente de Naianna Nascimento, que publica suas histórias online desde que era adolescente. A estudante de direito, que 2 livros publicados, utilizou de fóruns e sites de fanfictions para divulgar o seu trabalho. Ela explica que o reconhecimento dos leitores “dizendo que gostaram tanto do que eu tinha escrito e que eu deveria publicar fez com o que desejo crescesse.”

 

E é essa a maior importância de eventos como o Write-in, criar confiança nos que participam, e assim ele fica de inspiração para consolidar um público mais jovem no meio literário e fazer com que pessoas como Alexya Amorim, 19 anos, tenham “vontade de chegar em casa e escrever”.