Funcionários do Banco do Brasil paralisaram as atividades em Conquista nesta quarta-feira (10)

O objetivo é que as reivindicações propostas pela categoria sejam atendidas 10 de fevereiro de 2021 Gabriela Oliveira

Nesta quarta-feira (10/02), os bancários do Banco do Brasil aderiram à paralisação nacional, em Vitória da Conquista, em protesto contra o fechamento de mais de cinco mil postos de trabalho da categoria, a desativação de 361 unidades, transferências compulsórias e retiradas de funções, anunciadas pelo banco.

 

No dia 29 de janeiro, bancários já tinham parado as atividades e informaram a população sobre os impactos negativos desse projeto. Segundo o Sindicato dos Bancários de Conquista e Região, houve outra tentativa de negociação com o banco nesta semana, mas eles afirmam que a gestão do banco não apresentou nenhuma informação a respeito da reestruturação do Banco do Brasil e também não se comprometeu com a suspensão do processo.

 

Mediante a falta de negociação, os funcionários do Banco do Brasil, que compõem a base do Sindicato dos Bancários, aprovaram, em assembleia virtual, na última sexta-feira (05/02), a adesão à paralisação nacional e decretaram estado de greve contra as reestruturações. O objetivo é que as reivindicações propostas pela categoria sejam atendidas.

 

De acordo com o presidente do Sindicato, Leonardo Viana, as mudanças serão danosas não só para a classe dos bancários, mas para a população em geral. “À medida que a reestruturação do banco avança, a situação para bancários e para a população vai piorando cada vez mais. O banco anunciou que mais de 5.500 funcionários aderiram ao plano de demissão, isso demonstra o quanto os trabalhadores estão pressionados para deixarem a empresa e o quanto as condições de trabalho e de atendimento à população vão ficar precarizados. Por isso, não nos resta outro caminho a não ser continuar com as mobilizações e denúncias contra esse processo de sucateamento que o Banco do Brasil vem sofrendo”.

Foto/Fonte: Sindicato dos Bancários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *