Governo baiano assina acordo para desenvolvimento de vacina da covid-19

A expectativa é que, quando desenvolvido no Brasil, sejam testados nove mil participantes, que serão distribuídos pelos estados do Nordeste 15 de agosto de 2020 Janaína Borges

Nesta sexta-feira (14/08), o governo da Bahia assinou um acordo com o Grupo Nacional Biotecnológico da China (CNBG), que é responsável pela produção de duas vacinas contra a covid-19. Por meio desse protocolo, o estado e o restante da região Nordeste terão acesso aos estudos clínicos da fase III.

A CNBG é subsidiária do Grupo Farmacêutico Nacional Chinês (Sinopharm), e assim que os resultados positivos forem confirmados, um contrato comercial será acertado entre o governo estadual via Bahiafarma e CNBG, que farão a distribuição da vacina no Brasil.

A vacina chinesa segue o modelo comum que é o emprego do vírus inteiro inativo. Segundo os estudos, essa vacina teve uma baixa taxa de reações adversas e tem sido capaz de provocar imunogenicidade, que é a capacidade de uma substância provocar uma resposta imune, como o desenvolvimento de anticorpos no paciente.

A expectativa é que, quando desenvolvido no Brasil, sejam testados nove mil participantes, que serão distribuídos pelos estados do Nordeste. Serão 3 mil para a vacina A e 3 mil para a vacina B e mais 3 mil para o placebo. De acordo com a Secom, a estimativa é que a vacina esteja pronta para o público antes do final de 2020.

Fonte: Secom/BA
Foto: Arquivo/ND

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *