Governo envia ao Congresso medida provisória que libera nova rodada do Auxílio Emergencial

O valor das parcelas será abaixo do valor do auxílio pago em 2020 18 de março de 2021 Renata Batista

O governo Federal enviou ao Congresso Nacional, nesta quinta-feira (18/03), duas medidas provisórias que liberam o pagamento do Auxílio Emergencial, em 2021. A duração do programa será de quatro meses, dois a menos do que no ano passado.

A MP assinada pelo presidente Jair Bolsonaro permitirá que 45,6 milhões de famílias sejam contempladas com o auxílio. As parcelas serão pagas de abril a julho e o valor será menor que  que o auxílio pago em 2020.

De acordo com as novas regras, a rodada do Auxílio Emergencial de 2021 será limitado a uma pessoa por família. A parcela padrão será de R$ 250,00, e mulheres chefes de família receberão R$ 375,00 enquanto pessoas que vivem sozinhas receberão R$ 150,00 por mês.

Para selecionar as pessoas que receberão o auxílio, o governo vai usar a base de dados dos auxílios pagos em 2020. Para quem está no Bolsa Família, continua valendo a regra do benefício com maior valor.

Os primeiros a serem beneficiados serão os inscritos no Cadastro Único do Governo Federal, seguidos pelos trabalhadores informais que se cadastraram no aplicativo da Caixa e, por último, os inscritos no Bolsa Família, a partir de 16 de abril. O governo ainda não liberou o calendário completo.

 

Fonte: Folha de S. Paulo

Foto: GOVBA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *