Jequié reabre bares, academias e salões de beleza nesta terça-feira (25)

Os funcionários dos estabelecimentos devem receber EPI's e higienizações devem ser feitas com frequência 25 de agosto de 2020 Felipe Ribeiro

A prefeitura de Jequié publicou, nesta segunda-feira (25/08), o decreto de reabertura do comércio não essencial, como bares e academias de ginástica. A medida também estabelece normas de segurança para evitar o contágio da covid-19.

De acordo com o decreto, a abertura levou em conta a redução do número de casos da doença na cidade e a baixa ocupação dos leitos de UTI”s (unidades de terapias intensivas).

O protocolo para bares, restaurantes, lanchonetes e similares estabelece, entre outras 51 medidas, a desinfecção das mãos dos clientes e colaboradores e o uso de máscaras no interior dos estabelecimentos, exceto para o momento das refeições. Exige-se, também a redução de mesas e cadeiras para garantir o distanciamento de dois metros entre elas e um metro de distância para cadeiras de outras mesas. Os estabelecimentos devem garantir a segurança dos funcionários oferecendo Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) e disponibilizar armários específicos para que eles guardem os seus objetos pessoais.

As academias, centros de treinamentos e congêneres têm o seu protocolo lançado com 30 pontos e acompanha um termo de compromisso e adequação. Estes estabelecimentos deverão adotar o agendamento para o comparecimento dos alunos, evitando assim causar aglomerações. A medição de temperatura e medidas de higienização das mãos e calçados dos presentes deverão ser presentes no local. O uso de máscara é obrigatório durante toda a permanência dos indivíduos presentes nos recintos. Ao menos duas vezes por turno, as atividades deverão ser interrompidas para que haja limpeza dos ambientes e equipamentos. Os horários de tais procedimentos devem ser fixados em algum local que permita o público se informar.

As medidas determinadas para salões de beleza são 23 ao todo. O agendamento também deve ser adotado e recomenda-se que seja feito com maior tempo entre os clientes para que não haja aglomerações nas salas de espera. Pessoas que se enquadram dentro do grupo de risco não poderão ter agendamento. Os funcionários devem ser orientados sobre a higiene pessoal e a eles devem ser destinados EPI’s e fardamento para que não precisem utilizar as roupas e calçados usados no caminho de casa. Aventais, toalhas, pentes, escovas de cabelo devem ser lavadas após usos nos clientes e as toalhas não devem ser estendidas para secar em vias públicas.

Também estão autorizados a funcionar clínicas médicas em geral, petshops, indústrias, óticas, borracharias entre outros são comércios permitidos ao funcionamento.

Foto: Reprodução/Internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *