Justiça suspende prefeito de Itabuna

Juiz determina também a suspensão dos direitos políticos por três anos e que o vice da cidade, Fernando Vita (MDB), assuma o cargo do executivo municipal 8 de agosto de 2020 Felipe Ribeiro

Na última sexta-feira (07/08), o juiz Ulysses Maynard, da 1ª Vara da Fazenda Pública de Itabuna, publicou uma decisão que extinguiu o cargo do prefeito da cidade, Fernando Gomes (PTC). A sentença foi tomada a partir de um pedido do Ministério Público da Bahia.

Gomes é apontado por improbidade administrativa e ainda teve os direitos políticos suspensos por três anos.
A decisão também estabelece que o vice-prefeito, Fernando Vita (MDB), deve assumir o cargo.

Em nota publicada no Correio da Bahia, a assessoria de Gomes disse: “Diante das notícias veiculadas na imprensa, mais uma vez antes mesmo da notificação do Prefeito Fernando Gomes, esclarecemos que o Prefeito recebe com tranquilidade a notícia, confiante de que demonstrará a sua improcedência, uma vez que concedida liminarmente e pautada em fundamentos equivocados”.

Em 1º de julho, Fernando Gomes fez uma declaração polêmica a respeito da reabertura do comércio. Em uma transmissão online, ele afirmou que o comércio iria reabrir “morra quem morrer”. A fala gerou repercussão nacional com o vídeo aparecendo nos telejornais da Rede Globo.

Na data da declaração, a Itabuna registrava o total de 2.676 casos confirmados da doença e 67 óbitos, de acordo com o Boletim Epidemiológico municipal.

Foto de capa: Reprodução/Internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *