Governador Rui Costa se emociona em entrevista ao vivo sobre situação da saúde na Bahia

Somente serviços essenciais, como farmácias, hospitais e mercados, são permitidos a funcionar após entre 18h e 5h até a quarta-feira (03/03) 1 de março de 2021 Caroline Souza

Após prorrogar o toque de recolher na Bahia, por mais 48 horas, no domingo (28/02), nesta segunda-feira (1º/03), no programa Bahia Meio Dia, da Rede Bahia, o governador da Bahia, Rui Costa, se emocionou ao falar da ampliação das medidas restritivas para conter o avanço da covid-19 no estado. “O que é mais importante: 48 horas de uma loja funcionando ou vidas humanas?”. 

As medidas mais restritivas, foram implementadas na última sexta-feira de fevereiro (26/02) e estavam previstas até o (28/02), das 18h às 5h. Somente serviços essenciais, como farmácias, hospitais e mercados, foram permitidos a funcionar após esse horário estabelecido. Com a atualização, o toque de recolher segue até a quarta-feira (03/03).

De acordo com o governador, as aglomerações em festas e bares trazem consequências negativas a toda população e os direitos individuais não podem estar acima do bem-estar coletivo. “Seu direito individual é superior a dor de mães e pais que estão perdendo seus filhos? Acabei de ver agora há pouco um pai chorando, desesperado, porque perdeu a filha de 16 anos para a Covid-19”.                                                                                                 

Segundo boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) nesta segunda-feira (1º/03),nas últimas 24 horas, foram registrados 95 mortes, 2.020 novos casos da covid-19 (taxa de crescimento de +0,3%).Desde o início da pandemia são 686.057 casos confirmados e 11.914 mortes confirmadas por causa da doença.

Medidas restritivas

O toque de recolher vale até as 5h do dia 3 de março de 2021 em toda a Bahia. O governador Rui Costa divulgou essa atualização das medidas no domingo (28/02) e a publicação no Diário Oficial saiu nesta segunda-feira.

De 1º até 3 de março, entre 20h e 5h, é permitido somente o funcionamento dos serviços essenciais, em especial as atividades relacionadas à saúde e comercialização de gêneros alimentícios, o transporte e o serviço de entrega de medicamentos e demais insumos necessários para manutenção das atividades de saúde.

O funcionamento de restaurantes e bares fica restrito à operação de portas fechadas, na modalidade de entrega em domicílio (delivery) até a meia noite entre 1º de março até 5h de 3 de março de 2021. Após este período, o decreto institui que até o dia 8 de março de 2021, restaurantes, bares e congêneres deverão encerrar o atendimento presencial às 18h, permitidos os serviços de entrega em domicílio (delivery) de alimentação até às 24h. A comercialização de bebidas alcoólicas está permitida a partir desta segunda-feira (1º).

Ficam suspensos, ainda, eventos e atividades, em todo o território do Estado da Bahia, independentemente do número de participantes, ainda que previamente autorizados, que envolvam aglomeração de pessoas, tais como: eventos desportivos coletivos e amadores, cerimônias de casamento, eventos recreativos em logradouros públicos ou privados, circos, eventos científicos, solenidades de formatura, passeatas e afins, bem como aulas em academias de dança e ginástica, durante o período de 1º de março a 8 de março de 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *