Rui Costa anuncia novas medidas restritivas e Conquista segue decreto

O novo decreto estadual inclui o fechamento de bares, restaurantes, shoppings e outros estabelecimentos comerciais 25 de fevereiro de 2021 Mariana Costa

Na tarde desta quinta-feira (25/02), o governador da Bahia, Rui Costa (PT), anunciou em live as novas medidas de combate ao coronavírus no estado. O decreto, que entrará em vigor nesta sexta-feira (26/02), inclui o fechamento do comércio de rua, bares e restaurantes, shoppings, galerias e demais estabelecimentos com atendimento presencial. A medida termina na segunda-feira (01/03), às 5h, e foi acatada pela Prefeitura de Vitória da Conquista.

O lockdown parcial acontecerá gradualmente. Às 17h da sexta-feira, o comércio de rua deverá ser fechado. Às 18h, é a vez de bares e restaurantes suspenderem o atendimento presencial. Por fim, às 19h, os shoppings, galerias e demais centros comerciais são obrigados a encerrar as atividades até a segunda-feira.

Durante a transmissão ao vivo, Rui Costa afirmou que, durante o dia, não haverá toque de recolher e o transporte público funcionará normalmente. Segundo o governador, apenas estabelecimentos relacionados à saúde pública, segurança e alimentação, como supermercados, poderão funcionar no final de semana.

Serviços de alimentação por delivery poderão funcionar até meia-noite. Mercados e padarias têm permissão para permanecer abertos até às 20h. As feiras livres também poderão funcionar, desde que em local aberto e com distanciamento entre as barracas. Já a venda de bebidas alcoólicas está proibida em qualquer estabelecimento comercial, inclusive supermercados e delivery, a partir das 18h de sexta-feira.

Está restrita também a circulação noturna de pessoas nas ruas em todo o estado, das 20h às 5h, de sexta-feira (26/02) a segunda (01/03). A exceção é para deslocamentos por motivos de saúde ou com comprovação de saída por emergência.

O novo decreto, que será publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) nesta sexta-feira (26/02), determina ainda a suspensão, por sete dias, dos procedimentos cirúrgicos eletivos não urgentes ou emergenciais. Essa regra vale para unidades de saúde públicas e privadas de todo o estado.

A prefeita em exercício de Vitória da Conquista, Sheila Lemos, se comprometeu a seguir o novo decreto estadual até segunda-feira, quando a eficácia dessas medidas será avaliada pelo Comitê Gestor de Crise do município.

O governador também afirmou em live que, se necessário, as novas medidas poderão ser prorrogadas.

Fontes: Instagram @ruicostaoficial

GOV/BA

PMVC

Foto: GOV/BA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *