Com 88% dos leitos de UTI ocupados, prefeito de Conquista mantém comércio aberto

A retomada das atividades comerciais em Conquista foi iniciada em 1º de junho e já foi alvo de ação do Ministério Público para que a decisão de reabrir fosse suspensa 23 de julho de 2020 Felipe Ribeiro

Mesmo com 88% de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva em Vitória da Conquista, de acordo com o Boletim Epidemiológico municipal de quarta-feira (15/07), o prefeito Herzem Gusmão divulgou, no perfil institucional das redes sociais, que não irá revogar decretos de reabertura do comércio não essencial.

O gestor municipal alegou que apenas 26% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) existentes na cidade estão ocupados com moradores da cidade. “O governo [do estado] não pode penalizar a cidade de Vitória da Conquista, que eles sabem que não é Conquista que está contribuindo para a elevação da taxa de ocupação de leitos”, disser Herzem. A Prefeitura vai dar continuidade a abertura gradual das atividades econômicas.

O último BE municipal trouxe ainda que 23,9% dos leitos ocupados eram de pacientes de outros municípios e a maior parte, 43,5%, estavam preenchidos com residentes do município. Já os leitos de UTI, com ocupação de 88 %, tinham 68% dos pacientes de outras cidades e 26% estavam com pessoas locais.

O professor da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), campus de Itapetinga, Leonhard Krause, a partir de um estudo realizado, já tinha alertado em 30 de junho, de que se o aumento de casos continuasse haveria falta de leitos de UTI em Conquista e Itapetinga. Ele ressaltou a importância das autoridades tomarem medidas necessárias para evitar o colapso no atendimento aos infectados pela covid-19.

Novos respiradores

A Secretaria Municipal de Saúde do município anunciou, nesta quinta-feira, que a Prefeitura irá contratar mais 20 leitos clínicos que atenderão pacientes suspeitos ou testados positivos para o novo coronavírus. Os leitos, que devem estar disponíveis na próxima semana, pertencem ao Hospital São Vicente de Paulo.

O prefeito na reunião realizada, em Brasília, com o assessor especial do ministro interino da Saúde, Airton Soligo, garantiu a chegada de 10 novos respiradores para Conquista. Os equipamentos chegaram no último domingo (12).

Suspensão da reabertura

A retomada das atividades comerciais em Conquista foi iniciada em 1º de junho e já foi alvo de ação do Ministério Público para que a decisão de reabrir fosse suspensa. A prefeitura enviou uma resposta formal ao MP onde declarou que, apesar das recomendações feitas pelo MP, a abertura gradual seria mantida pois as medidas necessárias de saúde estavam sendo tomadas.

No dia 8 de julho, a juíza Márcia da Silva Abreu, da 1ª Vara da Fazenda Pública de Vitória da Conquista, julgou improcedente a ação movida pelo Ministério Público para o fechamento do comércio não essencial na cidade.

Na decisão, magistrada argumentou com base na Constituição Federal que “a municipalidade está adotando, dentro das atribuições que lhe são conferidas pelo artigo 30 da CF/88, as providências que entende necessárias e adequadas para poder harmonizar as medidas de combate à expansão da pandemia, com as atividades que, dentro da sociedade, mostram-se imperativas do ponto de vista econômico”. A Justiça também considerou, de acordo com informa da Prefeitura, a situação dos leitos destinados ao tratamento de pacientes com covid-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *