4 de agosto de 2018

Esclarecimento do Xereta sobre a rechecagem do blog Resenha Geral

O selo de verificação da notícia publicada foi atualizado de “FALSO” para “INCOMPLETO”

“Viação Anchieta ofereceu 80 ônibus para a Prefeitura de Vitória da Conquista em carta-proposta e a contratação dos funcionários da empresa de transporte público Vitória”. Um leitor do Avoador pediu à equipe do Xereta, na última quarta-feira (01/08), que checasse a matéria divulgada no blog da Resenha Geral. Na notícia, essas informações foram apresentadas trazendo esperança à população da cidade, que  sofre com as consequências da crise do transporte público.

Segundo a matéria do blog da Resenha Geral, a Viação Anchieta teria enviado uma carta-proposta à Prefeitura Municipal colocando à  disposição 80 veículos para circular na cidade. Além disso, há a frase, no mesmo parágrafo, que diz que a incorporação dos servidores da Viação Vitória – empresa com mais de 70 ônibus interditados – deve ser prioridade para a próxima empresa que irá atuar no serviço de  transporte púbico.

Carta enviada pela Viação Anchieta à Prefeitura de Vitória da Conquista.

A equipe do Xereta entrou em contato com o advogado Marcos Paulo Resende Neves (OAB/MG – 75.128), representante legal da Viação Anchieta. Enviamos e-mail para a empresa, que por meio do advogado, negou a informação sobre a contratação dos funcionários da Vitória, pedindo ainda a “imediata retirada da notícia, sob pena de judicialização”. Quando questionado a respeito da carta-proposta, ele afirmou que “não existe carta com tais dizeres pois a empresa não pode se comprometer dessa maneira sem uma análise mais detalhada”. Como se tratava de uma fonte oficial ligada à empresa citada, o Xereta classificou a informação como FALSA na sua checagem publicada no dia 2 de agosto.

Após a publicação do Xereta, a Secretaria de Comunicação (Secom) da Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista enviou à equipe do Avoador na sexta-feira (03/08) uma nota esclarecendo a situação e também uma cópia em PDF da carta-proposta encaminhada pela Viação Anchieta.

Confira a nota na íntegra:

A Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista informa que está em diálogo com empresas interessadas em operar emergencialmente o lote 1 do Contrato 001/2013,  que regula o transporte rodoviário conquistense e concedeu direito de outorga à Viação Vitória. Até o momento, cinco empresas manifestaram interesse em assumir emergencialmente. Todas estão sendo orientadas a apresentar cartas de intenções detalhadas, para que suas propostas sejam criteriosamente avaliadas.

Até o momento, a Prefeitura recebeu apenas a carta de intenções da Viação Anchieta, empresa que opera em Belo Horizonte (clique aqui para conferir o documento). A Secretaria de Mobilidade Urbana e a Procuradoria Geral do Município visitaram a sede da Anchieta na última terça-feira, 31 de julho, para avaliar a estrutura da empresa e a viabilidade de sua vinda para Conquista.

Mais cartas de intenções devem ser formalizadas nos próximos dias. Além disso, a Cidade Verde já está ampliando o número de ônibus em circulação para abarcar as linhas operadas pela Viação Vitória: dez novos ônibus chegam à Conquista ainda nos próximos dias. Assim, 100 veículos passam a operar as 52 linhas do Município.

Em tempo, a Prefeitura de Vitória da Conquista informa que entende e se sensibiliza com a ansiedade da comunidade conquistense para que se resolva o mais breve possível os problemas gerados pela licitação de transporte público realizada pela antiga gestão. A licitação foi finalizada no ano de 2013, e condenada pela Justiça. Assim, garantimos que todas as medidas estão sendo tomadas com afinco e seriedade – sempre respeitando a legalidade – para que, ao fim, a Prefeitura possa escolher a melhor opção para o transporte público conquistense.

 

O documento confirma a disponibilidade de 80 carros da empresa mineira para o município, mas não menciona que assumirá a contratação dos atuais funcionários da Viação Vitória. Além disso, a carta enviada não inclui a data de emissão e o carimbo de recebimento da Prefeitura de Conquista. Depois do esclarecimento da Prefeitura, tentamos contato mais uma vez com o advogado Marcos Neves, na sexta-feira à noite e no sábado ( 04/08), mas até o momento desta publicação não obtivemos resposta. O blog Resenha Geral também não se manifestou sobre a sua matéria até esta publicação.

Procuramos também outras informações a respeito da empresa mineira, como o CNPJ, endereço e dados sobre o dono e sócios da Viação Anchieta. Com o objetivo de verificar a autenticidade da carta, nossa equipe comprovou, por meio do site da Receita Federal, a existência da empresa. Além disso, encontramos um suposto site que não contém informações sobre os seus serviços, mas apresenta as mesmas logormarcas estampadas na carta-proposta. A respeito dos responsáveis pela organização, foram citados na Receita Federal, os nomes José Braz Gomes Pereira Júnior, Leandro Márcio Gomes Pereira e Ricardo Cecílio dos Santos. Verifiquem a checagem nas imagens.

 

Clique na imagem para ampliar e iniciar a visualização em apresentação de slide:

 

Diante dessa situação, decidimos alterar a etiqueta aplicada na checagem anterior, de “FALSO” para “INCOMPLETO”, já que o blog Resenha Geral deixou em aberto a informação sobre a incorporação dos funcionários da Viação Vitória. Quanto à resposta a ser enviada pelo advogado, ficaremos à espera e, assim que obtivermos resposta, atualizaremos esse caso. É importante ressaltar que, desde o momento da nossa primeira checagem, o Xereta esteve à disposição de todos os envolvidos para publicar eventuais esclarecimentos e atualizar a classificação.

Sobre erros no Xereta

O Xereta procura apresentar informações precisas e esclarecer todos os pontos a partir das fontes consultadas. Quando erros são apontados na checagem realizada, refazemos todo o processo de apuração com responsabilidade. Uma vez confirmado o erro, a postagem é imediatamente retificada. Ao final da matéria, colocamos o dia da correção. No trecho do texto corrigido, haverá um asterisco indicando a modificação do conteúdo. O Xereta também se compromete a divulgar a versão corrigida nas redes sociais da mesma forma que a versão anterior. Além disso, será acrescido à nova versão o termo “rechecagem”.

Para apontar erros em nosso conteúdo, escreva para siteavoador@gmail.com ou fale conosco por meio do Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *