10 de março de 2020

Mitos e verdades sobre os benefícios da banana para a saúde

A equipe do Xereta conversou com a nutricionista, Géssica Sousa, para checar a veracidade das informações sobre o alimento compartilhadas pelo Whatsapp

Circula em grupos no Whatsapp uma mensagem que lista uma série de benefícios do consumo da banana para a saúde. O texto afirma que a fruta é capaz de curar a ressaca, combater a pressão alta, e amenizar os sintomas da TPM (Tensão Pré-Menstrual). A equipe do Xereta conversou com a nutricionista e especialista em Autonomia Alimentar e Emagrecimento Saudável, Géssica Sousa, para esclarecer o que é verdade e o que é mentira na corrente compartilhada pelo aplicativo. Confira as checagens abaixo:

“Pesquisas provam que apenas duas bananas fornecem energia suficiente para um treino de 90 minutos extenuantes. Não é à toa que a banana é a fruta número um dos maiores atletas do mundo.”

VERDADEIRO

A banana é composta por três açúcares naturais – sacarose, frutose e glicose. Por ser uma fruta rica em carboidratos, a frutose, principalmente, se torna uma excelente fonte de energia para os nossos músculos durante a prática de exercícios físicos.


“Pode também nos ajudar a curar ou prevenir um grande número de doenças. Tornando-se uma obrigação adicionar a banana à nossa dieta diária.”

PRESEPADA

A banana não tem o poder de curar doenças. Devido aos nutrientes presentes neste alimento – como potássio, magnésio, fósforo, vitaminas A e C – ela se torna uma fruta excelente para ser consumida porque contribui para uma alimentação mais saudável, rica em nutrientes, e que diminui os riscos de doenças, mas não cura.


“Depressão: De acordo com recente pesquisa realizada pela MIND, entre pessoas que sofrem de depressão, as pessoas se sentiam melhores após ter comido uma banana. Isto porque a banana contém triptofano, um tipo de proteína que o corpo converte em serotonina, reconhecida por relaxar, melhorar o seu humor e, geralmente, fazem você se sentir mais feliz.”

VERDADEIRO

Não encontrei o estudo citado, mas a banana, de fato, pode ajudar a melhorar o humor devido à presença do triptofano, que é um aminoácido essencial. O nosso corpo não consegue produzir o triptofano, percussor da serotonina, um hormônio que atua no nosso equilíbrio emocional e bem-estar.


“TPM: Esqueça as pílulas – coma uma banana. A vitamina B6 regula os níveis de glicose no sangue, que podem afetar seu humor.”

VERDADEIRO

A vitamina B6 regula o nosso humor, melhora sintomas como desânimo, dificuldade de concentração, depressão, ansiedade, irritabilidade, insônia, sonolência, dentre outros. Mas a depender do grau, e se houver persistência dos sintomas, não deixe de procurar um médico.


“Anemia: Contendo muito ferro, bananas estimulam a produção de hemoglobina no sangue e ajudam nos casos de anemia.”

VERDADEIRO

Devido à presença de ferro e potássio, a banana contribui para o tratamento de anemia.


“Pressão Arterial: Este fruto tropical é muito rico em potássio, mas reduzido em sódio, tornando-a perfeita para combater a pressão alta.”

VERDADEIRO

O maior consumo de alimentos ricos em potássio, como no caso da banana, contribui para baixos níveis de pressão alta (diminuindo a pressão nas artérias), já que este nutriente atua de forma oposta ao sódio, que leva o nosso organismo a elevar a pressão dentro dos vasos.


“Cérebro: 200 estudantes da escola Twickenham na Inglaterra tiveram ajuda nos exames, este ano, comendo bananas no café da manhã, lanche e almoço em uma tentativa de elevar sua capacidade mental. A pesquisa mostrou que o elevado teor de potássio na banana, pode ajudar a aprendizagem, tornando os alunos mais alertas.”

INFUNDADO

Não encontrei o estudo citado, portanto, não há como confirmar a informação.


“Constipação: com elevado teor de fibra, incluir bananas na dieta pode ajudar a normalizar as funções intestinais, ajudando a superar o problema sem recorrer a laxantes.”

INCOMPLETO

É verdade, mas é preciso ter cuidado com essa afirmação. Dentre as diferentes variedades de banana, algumas ajudam na constipação, mas outras não. A banana da terra, por exemplo, ajuda a melhorar o funcionamento intestinal, enquanto que a banana da prata auxilia nos casos de diarreia. O consumo da banana verde é importante para normalizar e melhorar a saúde do nosso intestino, podendo ser consumida na sua forma in natura ou farinha.


“Ressaca: uma das formas mais rápidas de curar uma ressaca é fazer uma vitamina de banana, adoçado com mel. A banana acalma o estômago e, com a ajuda do mel aumenta os níveis de açúcar no sangue, enquanto o leite suaviza e reidrata o sistema.”

VERDADEIRO

A combinação pode realmente ajudar. A ingestão de álcool leva a uma diminuição do potássio no nosso sangue e como a banana é rica em potássio e vitamina B6, ajuda a restabelecer esses níveis.


“Azia: têm efeito antiácido natural no organismo, por isso, se você sofre de azia, experimente comer uma banana para aliviar.”

VERDADEIRO

As frutas cítricas são as maiores causadoras desse desconforto, sendo assim, a banana, por não ter essa propriedade cítrica, pode ajudar a aliviar a sensação. Entretanto, há indivíduos mais sensíveis e que sentem desconforto e empachamento com seu consumo. Nesses casos, evite o alimento.


“Enjoo matinal: comer uma banana entre as refeições ajuda a manter os níveis de açúcar no sangue elevado e evita as náuseas.”

VERDADEIRO

Devido à presença da vitamina B6, que atua diminuindo os sintomas de náuseas, por aumentar a produção de substâncias que facilitam a digestão, a banana realmente é um bom alimento contra o enjoo.


“Picadas de mosquito: antes do creme para picada de inseto, experimente esfregar a zona afetada com a parte interna da casca da banana. Muitas pessoas acham excelentes para reduzir o inchaço e a irritação.”

INFUNDADO

Não existem dados científicos que comprovem a veracidade dessa informação.


“Excesso de pressão no trabalho: Estudos do Instituto de Psicologia na Áustria mostram que a pressão no trabalho leva à excessiva ingestão de alimentos como chocolate e biscoitos. O relatório desse estudo, concluiu que: para evitar que comamos biscoitos e doces quando estamos ansiosos, então é necessário que se coma alimentos ricos em carboidratos a cada duas horas para manter níveis estáveis de açúcar no sangue, e é aí que entra a nossa querida banana.”

INFUNDADO

Não encontrei o estudo citado, portanto, não há como confirmar a informação.


“Úlcera: A banana é usada na dieta diária contra desordens intestinais pela sua textura macia e suavidade. É a única fruta crua que pode ser comida sem desgaste em casos de úlcera crônica.”

VERDADEIRO

Essa informação é verdadeira, mas também existem outras frutas com essa propriedade como a pêra e o mamão.


“Controle de temperatura: Muitas culturas veem a banana como fruta ‘refrescante’, que pode reduzir tanto a temperatura física como emocional de mulheres grávidas. Na Tailândia, por exemplo, as grávidas comem bananas para os bebês nascerem com temperatura baixa.”

INFUNDADO

Não encontrei o estudo citado, portanto, não há como confirmar a informação.


“Infarto: de acordo com pesquisa publicada no New England Journal of Medicine, comer bananas como parte de uma dieta regular, pode reduzir o risco de morte por infarto em até 40%.”

VERDADEIRO

Não encontrei o estudo citado, mas os alimentos ricos em potássio contribuem para a diminuição do risco de infarto.


“Verrugas: os interessados em alternativas naturais juram que se quiser eliminar verrugas, pegar um pedaço de casca de banana e colocá-lo sobre a verruga, com o lado amarelo para fora. Segure cuidadosamente a casca no local com esparadrapo!”

INFUNDADO

Não encontrei dados científicos que comprovem a veracidade dessa informação.


“A banana é um remédio natural para muitos males. Quando você compará-lo com uma maçã, tem quatro vezes mais proteínas, duas vezes mais carboidratos, três vezes mais fósforo, cinco vezes mais vitamina A e ferro e o dobro das outras vitaminas e minerais.”

FALSO

Os alimentos em questão têm propriedades diferentes. Uma alimentação saudável e que contribui para diminuir os riscos de doenças não se resume a um alimento exclusivo e sim a alimentação como um todo.

* Os selos de classificação utilizados nessa matéria e seus significados estão disponíveis no site, na editoria Xereta, para consulta dos leitores do Avoador.

Foto de capa: Unsplash

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *