Eleitores sem biometria de Conquista regularizados até 6 de maio poderão votar no 2º turno das eleições

Durante a pandemia, o serviço de regularização dos títulos foi feita pelo site do TRE-BA e pelo aplicativo Título Net 19 de novembro de 2020 Valéria Marina

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) liberou o voto em alguns municípios que não tinham realizado a biometria dentro do prazo estabelecido devido à pandemia. No entanto, segundo o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE), a  revisão biométrica na cidade de Vitória da Conquista terminou no início de 2018 e os títulos que foram cancelados neste período tiveram até o dia 6 de maio deste ano para regularizarem a situação. 

Segundo o TRE de Conquista, os eleitores que regularizaram a situação ou fizeram o título pela primeira vez por meio do aplicativo Título Net ou pelo site da instituição puderam votar no primeiro turno normalmente, mesmo sem a biometria, o que valerá também para o segundo turno. Isso porque, com a pandemia da covid-19, os serviços presenciais foram suspensos. Mas as pessoas que tiveram o título cancelado em 2018 e não regularizaram até 6 de junho ficaram impossibilitadas de votar. Durante o período de isolamento social, o serviço foi disponibilizado de forma virtual. 

Marlene Ribeiro de Souza que não fez o cadastro biométrico até o prazo estabelecido foi votar no domingo (15/11). Ao ser atendida na seção eleitoral, seu nome não constava no caderno da seção. Os mesários informaram então que ela deveria procurar a Justiça Eleitoral a partir do dia 15 de dezembro para regularizar o título. 

Atualização: Esta matéria foi publicada no dia 18 de novembro e atualizada hoje novamente porque recebemos informações adicionais do TRE de Vitória da Conquista.

Foto: TSE

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *