Em 2020, 117 municípios terão apenas um candidato a prefeito

Em comparação com a eleição de 2018, neste ano há menos polarização política e mais concorrência acirrada pelas prefeituras em algumas partes do país 8 de outubro de 2020 Andressa Oliveira

Um estudo da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), com base nos dados do Tribunal Superior Federal (TSE), divulgado no dia 27 de setembro, aponta que há 19.401 candidatos às prefeituras e que em 117 municípios há apenas um candidato a prefeito. Nesses municípios de candidatos únicos, os políticos precisam apenas de um voto para garantir a vitória na eleição.

Em comparação com a eleição de 2018, neste ano há menos polarização política e mais concorrência acirrada pelas prefeituras em algumas partes do país. Enquanto alguns municípios já apostam em um segundo torno, outros já sabem quem será o prefeito da cidade já no primeiro.

A CNM também apontou que 37% dos municípios terão disputa apenas por duas candidaturas. Isso significa que 2.069 municípios vão decidir as eleições já no primeiro turno. A pesquisa também analisou os partidos políticos quanto ao número de registro de candidaturas únicas. O MDB terá 21, seguido pelo PP com 14, PSDB com 12, DEM com 11 e PSD com 10. Quanto aos partidos que vão duelar, o MDB e o PP lideram o ranking disputando 133 cidades, seguidos pelo PP e PSD em 80 e o MDB e PSDB em 77. Partidos que se consolidaram ao longo do tempo e hoje tem uma base sólida que representando uma parte significativa das prefeituras no país.

Vitória da Conquista é um município que foge do cenário da pesquisa em relação à disputa pela a Prefeitura. No dia 16 de setembro as convenções partidárias aprovaram sete candidaturas dos partidos MDB, PT, Rede, PSOL, PRTB, PSL e PP. Os candidatos disputarão os votos de 231.176 eleitores. No dia 30 de setembro aconteceu o primeiro debate político produzido pela rádio e TV Uesb.

Nesse cenário, a cidade se mostra aberta a uma disputa eleitoral mais ampla, com candidatos que tem levantado pautas em relação à educação e à saúde.

Fonte: Confederação Nacional dos Municípios

Foto: TSE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *