Servidores de Conquista enfrentam aglomerações em fila para receber salário na pandemia

Após mudança no banco responsável pelo pagamento, trabalhadores sem conta ou cartão provisório tiveram que ir até as agências sacar o dinheiro 1 de julho de 2020 Karina Costa

Em meio à pandemia da covid-19, servidores de Vitória da Conquista se aglomeram em longas filas em frente ao Banco Itaú, localizado na Rua Francisco Santos, no Centro da cidade, para receber seus salários. Em novembro de 2019, a instituição bancária ganhou o processo licitatório realizado pela Prefeitura e se tornou a empresa responsável pela folha de pagamento dos funcionários do município. Os lotes o1 e 02, referentes aos servidores da Secretaria Municipal de Educação (SMED) e aos demais trabalhadores, respectivamente, foram comprados pela empresa por R$9,330 milhões e R$9,070 milhões.

A partir de junho de 2020, o pagamento dos salários, que antes era feito por meio do Banco do Brasil, passou a ser realizado pelo Itaú. Nos dias 26, 29 e 30 deste mês, os servidores que ainda não têm conta-salário no banco ou não receberam o cartão provisório tiveram que ir até as agências realizar saques. Alguns esperaram até sete horas na fila e não conseguiram ser atendidos por conta do horário de funcionamento da instituição,que finaliza o serviço às 18h.

Na segunda-feira (29/06), alguns servidores esperaram até sete horas na fila e não conseguiram ser atendidos. Foto: Victória Lôbo

Na segunda-feira (29/06), dia de pagamento dos profissionais pertencentes à Secretaria Municipal de Educação (SMED), o professor Val Silva chegou na fila às 11h30 e só conseguiu ir embora no início da noite. “É um absurdo você ver essa fila numa hora dessa da noite, todo mundo aqui tomando garoa, em pé, sem almoçar, sem comer nada, pra receber o salário por conta de falta de planejamento. Ainda tem esse agravante da pandemia porque aqui não tem como a gente fazer distanciamento.”

Prefeitura 

Em nota ao Avoador, a Secretaria de Comunicação da Prefeitura (Secom/PMVC) disse que o número de servidores que precisavam ir até as agências do Itaú era pequeno e que o processo de abertura de contas-salário começou no dia 27 de janeiro de 2020. “Só há a necessidade de comparecimento ao banco para aqueles servidores que não abriram suas contas ou não receberam o cartão provisório. Trata-se de um quantitativo pequeno e a relação dos nomes está disponível no site da prefeitura.”

Os nomes de mais de 650 profissionais do município estão presentes na lista disponibilizada pela Prefeitura. A relação divide os funcionários de acordo com os setores aos quais pertencem e as agências do Itaú que devem procurar. A nota diz também que, mesmo após a declaração da pandemia, os servidores ainda podiam realizar a abertura das contas por meio do aplicativo do banco. “Os motivos da aglomeração são alheios à Prefeitura de Vitória da Conquista, mas, ainda assim, todas as providências foram tomadas com a presença dos agentes de Segurança Patrimonial que têm trabalhado para organizar e demarcar as filas.”

Confira a nota na íntegra aqui.

Foto de capa: Victória Lôbo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *