Bolsonaro passa por Conquista no caminho para assinar concessão da ferrovia em Tanhaçu

Ele veio participar da cerimônia de assinatura da concessão da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL), referente ao trecho entre Ilhéus e Caetité 4 de setembro de 2021 Tainá Aleixo

Nesta sexta-feira (03/09), o presidente Jair Bolsonaro desembarcou em Vitória da Conquista e daqui foi de helicóptero até a cidade de Tanhaçu, que fica a 130 km. Ele veio participar da cerimônia de assinatura da concessão da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL), do trecho 537 Km, referente ao trecho entre Ilhéus e Caetité.

O contrato com o governo Federal foi assinado com a empresa Bahia Mineração (Bamin), e tem duração de 35 anos. A construção das obras da FIOL, que tinha previsão de finalização no ano de 2014, segue ainda sem conclusão. A expectativa é que após finalizada, em 2025, a FIOL reduza os custos de transporte de grãos, álcool e minérios que são destinados ao mercado externo.

Ao chegar ao Aeroporto Glauber Rocha, em Conquista, por volta das 8h30, o presidente, que não usava máscara, foi recebido por um grupo pequeno de apoiadores, que também não utilizam a proteção contra a covid-19, e gritavam “mito”. Políticos locais, como a prefeita Sheila Lemos, também foram ao encontro de Bolsonaro durante a passagem pela cidade.

Em Tanhaçu, apoiadores do presidente causaram aglomeração e também não usavam máscara contra a covid-19, medida que é obrigatória em pelo menos 385 cidades da Bahia, incluindo as duas cidades que ele esteve.

Antes do evento, Bolsonaro acompanhado do ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas, e demais autoridades como João Roma, do ministro da Cidadania, visitaram as obras da ferrovia. Os ministros assim como o presidente também não utilizavam a máscara.

Foto: PMVC, Instagram Talita Oliveira e site G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *