Aprovada inclusão dos trabalhadores em educação para receber a vacina da covid-19

Não há previsão de quando a vacinação dos novos grupos começará, pois houve um adiamento da entrega de novas doses 15 de abril de 2021 Sara Dutra

Nesta quinta-feira (15/04), a Comissão Intergestores Bipartite (CIB) aprovou a inclusão dos trabalhadores da educação baianos, com idade a partir de 55 anos, entre os grupos prioritários na vacinação contra a covid-19.

De acordo com o governador Rui Costa, na Bahia, são mais de 220 mil trabalhadores em educação que serão vacinados. “Está garantida a prioridade na vacinação para trabalhadores da educação a partir dos 55 anos.”

A vacinação desse novo grupo prioritário vai começar depois que forem imunizados os idosos com mais de 60 anos e demais grupos. Também serão necessários mais doses de vacinas para efetivar o planejamento definido. “Precisamos de mais vacinas para ampliar a imunização e retomar as aulas com segurança para todos”, disse Rui Costa em sua rede social.

No entanto, ainda não há previsão de quando a imunização começará. As doses que estavam previstas para chegar nesta quinta-feira (15/04) na Bahia, não serão mais enviadas pelo Ministério da Saúde, de acordo com informação confirmada por Fábio Vilas-Boas ao Jornal da Manhã. A Sesab aguarda manifestação oficial do ministério e a nova data do envio não foi divulgada até o momento.

Nas próximas semanas, também está previsto a ampliação do número de vacinados no grupo das pessoas que trabalham nas forças de segurança e salvamento da Bahia, como policiais federais, militares, civis, bombeiros e guardas municipais. Esse grupo vai avançar para idade entre 45 a 49 anos, segundo secretário de saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, falta apenas os municípios finalizarem a etapa de vacinação dos profissionais desse grupo com idade de 50 a 59 anos.

Outro grupo que será vacinado é o de pessoas com comorbidades ou doenças crônicas, de 18 a 59 anos. Mas, de acordo com a CIB, apenas os municípios que finalizarem a etapa de vacinação de idosos de 60 anos ou mais, poderão iniciar essa fase.

Fonte: Correio e Sesab

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *