Aulas presenciais na Uesb não serão retomadas em 2020, diz reitor Luiz Otávio

O Conselho Superior da universidade é que vai decidir até 19 de novembro se atividades presenciais retornam no início do próximo período letivo 4 de novembro de 2020 Cleuzita Apontes

 

Apesar do governador Rui Costa ter liberado o retorno presencial do ensino superior, o reitor da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Luiz Otávio de Magalhães, afirmou, em publicação no Instagram na semana passada, que a instituição vai manter a programação do ensino remoto em andamento desde o dia 19 de outubro.

Segundo ele, haverá uma reunião até 19 de novembro do Conselho Superior da
universidade para decidir se as aulas retornam à modalidade presencial no próximo período letivo.

Rui Costa publicou o decreto nº 20.077 no 29 de outubro, que autorizou a retomada das atividades presenciais nas unidades de ensino superior públicas e particulares a partir do dia 3 de novembro de 2020.

Essa retomada imediata do ensino presencial na Uesb seria “muito difícil”, como esclareceu o reitor. A instituição possui atualmente cerca de oito mil estudantes de graduação, distribuídos nos três campus da universidade – Vitória da Conquista, Jequié e Itapetinga. Os estudantes da pós-graduação tiveram aulas na modalidade remota desde o início da pandemia.

Cerca de 2/3 desses estudantes não residem no campus que estudam, o que significa viajar todos os dias uma média de 150 km. Questões que só agravam as condições de segurança de alunos e professores em tempo de pandemia.

É que é possível que para o próximo período letivo de 2021, aconteça um sistema híbrido de ensino, por motivo da pandemia ainda não ter sido controlada, o que requer cuidados. A própria cidade sede da Reitoria, Conquista, até esta segunda-feira (02/111), a Secretaria Municipal de Saúde tinha registrado 10.079 casos da covid-19 e 186 mortes causadas pela doença.

Foto: Divulgação/Uesb

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *