Eleições 2018: sete coligações concorrem ao governo do estado da Bahia

Veja os perfis dos candidatos a governador e vice-governador 4 de setembro de 2018

No dia 15 de agosto, começaram as campanhas para presidente, governador, senador, deputado federal e estadual no Brasil. Na Bahia, sete coligações concorrem ao governo do estado. Muitos nomes são velhos conhecidos na história política baiana. O Avoador fez um levantamento dos perfis desses candidatos. Saiba então quem são, quanto bens estão declarados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), de onde vêm e a carreira política de cada um.

Célia Sacramento (Rede) – 18                                                                                          

Candidata pelo partido Rede Sustentabilidade, Célia Sacramento, 51 anos, é nascida em São Paulo, mas reside em Salvador desde os seis anos de idade. É mestre em controladoria e contabilidade pela Universidade de São Paulo (USP) e doutora em engenharia de produção pela Universidade Federal Santa Catarina (UFSC).

Foi candidata a vice-presidente da República ao lado de Eduardo Jorge (PV), em 2014, sem sucesso. Antes, em 2012, foi eleita vice-prefeita de Salvador na chapa com ACM Neto (DEM). Em 2016, após sair do cargo de vice-prefeita da capital, disputou pela primeira vez o cargo de prefeita, porém não foi eleita. Ela atua como professora de ensino superior. Bens declarados: R$1.198.000.

Vice: José Itamário dos Santos Oliveira

O candidato a vice-governador na Bahia pelo partido REDE é nascido em Vitória da Conquista e tem 65 anos. É técnico de Eletricidade, Eletrônica e Telecomunicações. Bens declarados: R$84.359,48.

________________________________________________________________________________

João Henrique Durval Carneiro (PRTB) – 28

O Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) tem João Henrique de Barradas Carneiro, 59 anos, na disputa pelo governo da Bahia nas eleições 2018. Formado em economia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), com pós-graduação em desenvolvimento econômico e administração de cidades, o filho do ex-governador João Durval Carneiro (PDT) foi prefeito de Salvador por dois mandatos, entre 2005 e 2013.

Foi duas vezes vereador de Salvador, tendo sido eleito pela primeira vez em 1988. Em 1994, concorreu à Assembleia Legislativa da Bahia, sendo eleito deputado estadual pelo PDT. Foi reeleito deputado estadual nas eleições de 1998 e 2002. Em 2004, disputou a prefeitura da capital baiana pelo PDT, sendo eleito no segundo turno. Bens declarados: R$1.502.885,55.

Vice: Dra. Antônia         

Antônia Maria dos Santos é natural de Aramari, tem 52 anos e trabalha como advogada. Bens declarados: R$20.000,00.

_______________________________________________________________________________

João Santana (MDB) – 15

Natural de Nazaré das Farinhas, o candidato concorre ao governo estadual baiano pelo partido Movimento Democrático Brasileiro (MDB). É formado em Engenharia Elétrica pela Escola de Engenharia Eletromecânica do estado. Foi professor na mesma instituição de ensino e chefe de manutenção geral do Complexo Hidroelétrico da Central do Funil.

Atuou como ministro da Integração Nacional no governo Lula, em 2010, e também foi secretário municipal de Serviços Públicos de Salvador, superintendente do INSS na Bahia, presidente da Companhia de Habitação do Estado da Bahia (Urbis) e presidente da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). Bens declarados: R$320.541,42.

Vice: Jeane Cruz

A professora de ensino médio Jeane Cruz, 51 anos, presidente do MDB Mulher de Dias D’Ávila, será vice na chapa do pré-candidato ao governo João Santana (MDB). Bens declarados: R$870.000,00.

________________________________________________________________________________

 José Ronaldo (DEM) – 25

No quarto mandato como prefeito (reeleito pela última vez em 2016) de Feira de Santana, José Ronaldo, 66 anos, administrador de empresas, se afastou do cargo municipal em abril deste ano, para concorrer às eleições para governador da Bahia pelo partido Democratas (DEM).

Foi vereador em Feira de Santana, deputado estadual (1986, 1990 e 1994) e deputado federal. Disputou também o cargo de senador na eleição de 2014, mas não se elegeu. Atuou como professor e compôs a equipe da Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial, a antiga Cedic. Bens declarados: R$2.110.905,72.

Vice: Dra. Mônica Bahia

A médica Monica Menezes Bahia Alice, 41 anos é a candidata a vice-governadora pelo DEM. Bens declarados: R$297.819,57.

________________________________________________________________________________

Marcos Mendes (PSOL) – 50

Candidato pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), Marcos Mendes tem 53 anos. Ele é natural de Salvador, e se formou em Geologia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Tem ainda especialização em Meio Ambiente, pós-graduação em Gestão Pública Municipal e Governamental e mestrado em Geologia Ambiental. Já atuou como professor universitário substituto no Instituto de Geociências da UFBA.

Concorreu ao primeiro cargo eletivo em 2006, como deputado federal. Foi candidato a vereador por duas vezes, em 2008 e em 2012. Nas eleições de 2010 e de 2014, também disputou o cargo de governador, mas não conseguiu se eleger. Bens declarados: R$315.000,00.

Vice: Dona Mira

A professora Miralva Alves Nascimento tem 59 anos e é natural de Castro Alves/BA. Bens declarados: R$ 60.000,00.

________________________________________________________________________________

Orlando Andrade (PCO) – 29

O candidato a governador pelo Partido da Causa Operária é natural de Feira de Santana. Tem 33 anos e trabalha como carteiro nos Correios. É ativista do movimento sindical da categoria no centro de distribuição da cidade. Foi estudante de escola pública e chegou a ingressar no curso de economia na Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), mas não concluiu. Atualmente, é estudante de história em outra instituição de ensino.

Nas eleições de 2016, foi candidato a vice-prefeito pelo PCO em Feira de Santana, ao lado de Leonardo Pedreira de Oliveira, mas a chapa não conseguiu o número de votos suficientes para ser eleita. Nenhum bem cadastrado.

Vice: Silvano Alves

O pré-candidato ao cargo de vice governador da Bahia tem 43 anos e nasceu em Montes Claros – MG. Não declarou nenhum bem no registro de candidatura.

________________________________________________________________________________

Rui Costa (PT) – 13

Rui Costa é governador da Bahia desde 2015. Nasceu no bairro da Liberdade, em Salvador. Concluiu o curso de instrumentação da Escola Técnica Federal (hoje, IFBA) e cursou Ciências Sociais antes de migrar para Economia, na Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Foi presidente do Sindiquímica e ajudou a fundar o PT. Em 2000, foi eleito vereador pela capital baiana e reeleito em 2004. Entrou no governo de Jaques Wagner em 2007 como Secretário de Relações Institucionais. Em 2010, deixou o cargo para ser deputado federal. Dois anos depois, se tornou Secretário-Chefe da Casa Civil da Bahia, no segundo mandato de Wagner. Bens declarados: R$674.317,43.

Vice: João Leão (PP)

João Felipe de Souza Leão, natural de Recife – PE, 72 anos, é o atual vice-governador do estado. Foi prefeito de Lauro de Freitas entre 1989 a 1992 e deputado federal por cinco mandatos. Ocupação: empresário. Bens declarados: R$2.095.582,14.

________________________________________________________________________________

Fotos: TSE (DivulgaCandContas).

Foto de capa: EBC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *