Herzem Gusmão culpa o Estado pelos 92% de ocupação dos leitos de UTI em Conquista

68% dos pacientes que ocupam os leitos de UTI são de outros municípios e 24% de Conquista 17 de julho de 2020 Karina Costa

Nesta sexta-feira (17/07), a taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Vitória da Conquista é de 92%. Enquanto isso, o prefeito Herzem Gusmão nem cogita fechar o comércio não essencial e alega que os pacientes são de outras cidades da região Sudoeste enviados para os hospitais locais pelo governo estadual, sem relação com a retomada das atividades econômicas.

Segundo o último Boletim Epidemiológico, divulgado hoje pela Prefeitura, 68% dos pacientes que ocupam os leitos de UTI são de outros municípios e 24% de Conquista.

Durante reunião realizada entre os membros do Comitê de Representação Civil e Institucional da Prefeitura, nesta quinta-feira (16/07), o chefe do gabinete civil, Marcos Ferreira, criticou o governo do estado sobre a regulação de pacientes para Conquista. “É injustificável ver que o Governo do Estado, sem apontar um critério técnico, tenha encaminhado pacientes de cidades como: Eunápolis, Porto Seguro e Teixeira de Freitas mesmo tendo hospital que apresenta vagas em UTI”, disse.

O chefe de gabinete também defendeu a permanência do comércio aberto na cidade. “Não podemos penalizar Vitória da Conquista com o fechamento de seguimentos importantes da sua economia”, afirmou Ferreira.

Em entrevista ao Blog do Sena, nesta sexta (17/07), o prefeito Herzem Gusmão atacou diretamente o secretário de saúde do estado, Fábio Vilas-Boas. “Quem eleva a taxa é o secretário de Saúde, a mando do Governador”, disse sobre a ocupação dos leitos de UTI por pacientes de outras regiões.

A membra do Conselho Municipal de Saúde, Suzana Ribeiro, disse, em entrevista à TV Uesb, que as ações de combate ao novo coronavírus não podem se tornar motivo de briga política. “A população de Vitória da Conquista está sob risco e não é porque o hospital está sendo ocupado por pacientes de outros municípios. Ou se compreende que estamos todos juntos, a população baiana, em um mesmo movimento, ou estaremos todos sob o risco de ter o caos instalado muito brevemente.”

Já a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) anunciou que o Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC) irá receber mais 20 leitos de UTI. Segundo o secretário de saúde, Fábio Vilas-Boas: “não faltarão leitos ou respiradores para atender a população de Vitória da Conquista”.

No BE desta sexta-feira (17/07), a Secretaria de Comunicação da Prefeitura (Secom/PMVC) informou que foram disponibilizados mais seis leitos clínicos na cidade, o que aumenta para 101 o número de leitos disponíveis pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para o tratamento de pacientes da covid-19. Conquista registra 1.524 casos confirmados da covid-19 e 25 mortes.

Foto de capa: Secom/PMVC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *