1 de março de 2020

É FALSO o áudio que confirma caso de coronavírus no Hospital Geral de Conquista

Segundo a assessoria de comunicação do HGVC, não há suspeita nem confirmação de casos de coronavírus na unidade e o suposto médico responsável pela informação falsa não consta no quadro de profissionais do hospital

Circula pelo WhatsApp um áudio no qual um suposto médico do Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC), que se identifica como Carlos Brandão, confirma o primeiro caso do novo coronavírus na unidade de atendimento. Na mensagem de voz, o homem também faz orientações sobre os cuidados necessários para evitar o vírus e afirma que a Secretaria Municipal de Saúde e os meios de comunicação da cidade escondem o caso da população.

Ao analisarmos o áudio, detectamos algumas incoerências nas informações oferecidas pelo suposto Carlos Brandão. Uma delas é que ele não informa a sua especialidade médica e nem diz qual o seu registro profissional no CRM (Conselho Reginal de Medicina), um requisito necessário para o exercício da profissão. Durante a mensagem, o suposto médico menciona a Secretaria Municipal de Saúde como responsável por omitir o caso do coronavírus, porém o Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC) é de responsabilidade da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

Além disso, as orientações do suposto profissional não seguem os protocolos recomendados por outros médicos em casos de suspeita do novo coronavírus. Ele indica o uso de máscaras para prevenção, mas, segundo especialistas como Drauzio Varella e informações do Ministério da Saúde, essa não é a proteção mais adequada para a população em geral. A orientação de utilização de máscaras cirúrgicas são apenas para pacientes com suspeita do vírus, cuidadores, profissionais da saúde e pessoas que trabalham em aeroportos ou portos.

Nota HGVC

Print da nota enviada ao Avoador pelo Hospital Geral de Vitória da Conquista.

Entramos em contato, via WhatsApp, com a Assessoria de Comunicação do HGVC para verificar a veracidade das informações. Em nota, a instituição afirmou que não existe um caso suspeito ou confirmado de coronavírus na unidade nem um médico chamado Carlos Brandão no quadro de profisisonais do hospital.

coronavírus em Conquista

Nota enviada pelo IBR Hospital nega a relação do médico da unidade com o áudio falso.

Nosso próximo passo durante essa checagem foi procurar na internet por um médico chamado Carlos Brandão que atendesse em Vitória da Conquista. Encontramos o Dr. Carlos Brandão Dutra, ortopedista e traumatologista, com o CRM 9048 BA, que trabalha no IBR Hospital. Entramos em contato com a Assessoria de Comunicação da instituição e fomos informados de que Carlos Brandão, médico ortopedista da unidade, não tem ligação com o áudio divulgado.

O IBR Hospital nos enviou uma nota que afirma o seguinte: “Por se tratar de um profissional de longa atuação em Vitória da Conquista, médico ortopedista e sócio-diretor do IBR, conhecido por muitos, destacamos que o mesmo não atende no Hospital de Base e reiteramos que trata-se de uma fake news irresponsável e sensacionalista”.

Portanto, as informações do áudio recebem o selo de FALSO do Xereta.

Foto de capa: Pixabay

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *